segunda-feira, 23 de abril de 2012

Culto de domingo, 22

Ministério de Louvor Metodista

No Culto deste domingo, 22, durante o momento de louvor, houve uma queda de energia na igreja, no entanto, o fato não impediu que os irmãos pudessem louvar ao Senhor, muito pelo contrário, o louvor foi uma benção e todos puderam sentir a presença gloriosa do Pai.
A queda de energia permaneceu até o momento de ofertório, mesmo assim, nada impediu que os irmãos pudessem continuar a louvar a Deus com seus dízimos e ofertas. Todo o valor ofertado no culto será destinado ao Projeto Social Gestante Adolescente Carente. Quando os irmãos terminaram o momento da contribuição para o Reino do Senhor, a energia foi restabelecida.
Seminarista Thiago Mariano
A noite continuou totalmente conduzida por Deus, e quem trouxe a mensagem do Senhor para abençoar os irmãos, foi o seminarista/acadêmico de teologia Thiago Osmar Mariano, que reside atualmente em São Paulo cursando Teologia na UMESP. A palavra central da pregação foi Gn. 37: 3, ele enfatizou a situação da família de José. José recebeu uma túnica confeccionada pela mão de seu próprio pai, simbolizando todo o seu amor e o abençoando. Na Bíblia, apenas duas pessoas usaram esse tipo de túnica que simboliza benção paterna: José e os filhos do Rei Davi. Diante disso, seus irmãos tinham muito ciúme dele, devido ao grande amor que seu pai Jacó nutria por ele. Por isso o venderam como escravo para o Egito.  O Seminarista Thiago, traçou toda a trajetória de José até no momento em que ele revê sua família novamente.
Através desta palavra, Thiago enfatizou a necessidade de cura nas famílias, a necessidade de pedirmos perdão, de sermos humildes, de aproveitarmos a oportunidade e o tempo do “agora” para fazermos o que é necessário. Ele aproveitou o momento para pedir perdão a seu pai Osmar Mariano, e pediu a seu pai que colocasse o paletó/terno sobre ele, simbolizando a túnica (benção) que José recebeu de seu pai.
Thiago sendo abençoado pelo seu pai Osmar
Após este momento Thiago passou um vídeo, contando a história de um pai que não aproveitou os momentos que Deus lhe deu para amar, ajudar e apoiar seu filho, e quando ele (o pai) decidiu tomar uma posição e assumir seu papel de pai, a morte o alcançou, e não foi passível chegar a tempo perto de seu filho e declarar todo e seu amor.
Após a palavra, o Rev. Deonisio fez o apelo a todas as famílias que necessitavam de cura e restauração, muitas famílias foram ao altar para receberem oração. Thiago conduziu o momento de oração ao som do hino “Como Zaqueu”.
Em resumo: O CULTO FOI UMA BENÇÃO DO SENHOR!!!!
Momento do apelo
Patrícia Magalhães

Nenhum comentário:

Postar um comentário